Arquivo do mês: agosto 2011

Perplexidade

Parou o carro na subida, por causa do farol. Mas depois, não conseguiu sair mais. Indiferente às buzinas que soavam, à luz verde que sinalizava, ficou parado, estático. Não ouvia os xingamentos, não via os gestos e pela perplexidade do … Continuar lendo

| Deixe um comentário